Série Principais Erros Financeiros – Desconhecer os indicadores financeiros

Lembra daquela vez que você estava dirigindo sossegado na rodovia e viu a placa com os dizeres: Fiscalização Eletrônica? Pois é, qual a primeira coisa que você fez? Diminuiu a velocidade e olhou no velocímetro do carro?

Agora imagine que você está dirigindo numa cidade com muitos radares de velocidade e seu carro não tem velocímetro? Como você se sentiria? Ansioso? Preocupado? Com medo?

Continuando nosso exercício de imaginação, agora além de estar dirigindo um carro sem velocímetro, também estivesse com o marcador de combustível quebrado e sem marcação de quilometragem rodada? Saberia o melhor momento de abastecer e quanto abastecer? Saberia a hora de trocar o óleo do carro?

E aí, gostaria de dirigir um carro nestas condições? Se você não sabe os indicadores financeiros de sua empresa, então você está dirigindo um carro sem tudo isso.

Indicadores mostram desempenho
Indicadores, como o nome sugere, indicam algum resultado, algum número.

Assim como você precisa do velocímetro do carro para saber a velocidade, você precisa saber os indicadores financeiros de sua empresa para saber o desempenho dela. O velocímetro é o indicador e o ponteiro dele é o valor realizado. O mesmo se dá na sua empresa. O Lucro Líquido é um indicador e o realizado é o ponteiro.

Por exemplo, no mês anterior seu Lucro Líquido (Indicador) foi de R$ 5.000,00 (realizado/ponteiro). Agora, para saber se este lucro é bom ou não, depende da meta que você traçou.

Indicadores e metas mostram o caminho
A meta seria semelhante ao limite de velocidade que você viu na placa da rodovia enquanto dirigia. Teríamos a seguinte configuração:

Indicador = Velocidade

Meta = 100km/h

Neste caso, se você passar da meta você terá uma multa. Se ficar igual ou abaixo, então sem problemas. Seria o caso do indicador de Gasto Fixo. Suponhamos o seguinte cenário:

Indicador = Gasto Fixo

Meta = R$ 10.000,00

Neste caso, se você ultrapassar a meta de Gasto Fixo, vai diminuir o seu Lucro Líquido. Ou seja, terá “multa”.

Indicadores mostram os momentos de mudança
No carro temos o medidor de temperatura exibido no painel. Caso a temperatura passe do normal, você sabe que precisa parar e fazer alguma mudança para não correr o risco de superaquecer o motor.

Quando o RPM do seu carro está muito alto, você sabe que está na horar de aumentar a marcha. E quando ele está muito baixo, está na hora de diminuir a marcha.

O mesmo acontece na sua empresa. Você precisa acompanhar, pelo menos, mensalmente os indicadores financeiros de sua empresa para se antecipar a possíveis problemas e o não alcance das metas.

Por exemplo, se por dois meses seguidos o seu indicador de Gasto Fixo apresentar um crescimento, você sabe que alguma mudança precisa ser feita, já que geralmente não é normal.

Indicadores indicam as ações
Apenas um indicador não é suficiente para saber o desempenho geral da empresa, assim como no carro não temos apenas o velocímetro.

E quando você aprende a ler e interpretar estes indicadores e os acompanha com frequência, saberá quais ações são necessárias na empresa.

Por exemplo, se o seu Faturamento diminuiu por 3 meses seguidos, e o Gasto Variável aumentou no mesmo período, então você sabe com certeza que tem um problema. Você que precisa rever o que está acontecendo, entre os possíveis problemas, precisa verificar as compras de fornecedores.

Aprenda quais são os indicadores financeiros de sua, verifique como está o desempenho da sua empresa nestes indicadores, saiba fazer as análises corretas deles para planejar ações assertivas.

Não controle sua empresa apenas pelo saldo da conta no banco. É a mesma coisa de ter um carro que informa apenas os quilômetros rodados e mais nada.

Dirija sua empresa com segurança.